Ainda estamos a tempo de inovar?

A inovação empresarial tem sido fortemente incentivada e mesmo financiada de forma a que Portugal consiga atingir as metas pretendidas. Mas será que o meio empresarial e em especial as PME estão a fazer este percurso?
Os resultados mais recentes (de acordo com o artigo do ECO), que indicam que em Portugal, a despesa com investigação e desenvolvimento corresponde a 1,3% do PIB, na União Europeia é de 1,9% e em Israel supera os 4% do PIB, ou seja, ainda estamos distantes dos valores pretendidos. Esta comparação com Israel decorre de um artigo publicado pelo Conselheiro político e chefe de missão da Embaixada de Israel em Lisboa (Construindo pontes através da inovação: Israel e Portugal) que nos deixa perceber que apesar das iniciativas públicas e amplamente publicitadas, na economia “real” ainda existe muito para fazer. A gestão da inovação, a ligação das empresas com o meio universitário, a valorização de produtos e serviços com presença no mercado externo ainda é uma realidade de um grupo restrito de empresas.
Na B.PLY dispomos de metodologias comprovadas para apoiar a sua empresa na gestão da inovação, na ligação com os centros de saber e na internacionalização da atividade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s